Skip to content Skip to sidebar Skip to footer

PIX: O novo sistema de pagamentos instantâneos anunciado pelo BC

Nesta quarta-feira (19 de Fevereiro de 2020), o Banco Central anunciou um novo sistema de pagamentos instantâneos, o PIX. Segundo o Presidente do BC, Roberto Campos Neto, o modelo é uma resposta ao Bitcoin.

“Este é um dos projetos mais importantes que temos neste ano. O mundo demanda um instrumento de pagamento que seja barato, rápido, transparente e seguro. Se pensarmos em termos de bitcoin e criptomoedas, elas nascem destas necessidades, destas características. E o PIX é a nossa resposta a estes sistema”, disse Campos Neto.

As transações irão funcionar 24 horas por dia, 7 dias por semana e 365 dias por ano, com tempo de compensação médio de 10 segundos. A modalidade será disponibilizada pelos bancos, instituições de pagamentos e fintechs em seus aplicativos de celular. Para fazer a transação, o cliente deverá escolher a forma que deseja realizar a operação e fazer a leitura do QR Code ou inserir uma das “chaves”. Na prática, ele será uma alternativa aos modelos já existentes de transações e pagamentos, como TED, DOC, boleto, cheque e cartões.

Para garantir o cumprimento do cronograma, o Banco Central determinou a participação obrigatória no PIX de todas as instituições financeiras e de pagamentos que tenham mais de 500 mil contas ativas.
Esse recorte engloba cerca de 30 instituições que representam mais de 90% do total de contas transacionadas ofertadas no Brasil. As instituições com menos de 500 mil contas ativas poderão integrar o sistema, de forma facultativa.

A data de lançamento para o sistema ao público está marcada para o dia 16 de Novembro de 2020.

Deixe um comentário