Todas as Postagens

NFT: terrenos virtuais no metaverso somam US$ 100 milhões em vendas

Os NFTs são uma febre — isso é um fato. Essa classe de ativos que, em português significam ‘tokens não fungíveis’ se transformou em pouco tempo em um mercado bilionário, chegando a ter coleções onde uma única peça chega a valer dezenas de milhões de dólares.

E, quando são desenvolvidos ativos que juntam o potencial dos NFTs com o metaverso, o resultado é absurdo — terrenos virtuais em projetos como The Sandbox e Decentraland somaram mais de US$ 100 milhões em vendas em apenas uma semana.

Na semana passada, um único lote no universo da Decentraland foi vendido por US$ 2,4 mi (cerca de R$ 13 milhões na cotação atual), e o terreno virtual deverá ser utilizado para “eventos digitais”.

No mesmo dia dessa transação, também venderam um iate luxuoso no universo do jogo The Sandbox por incríveis 149 ETH (mais de R$ 3,6 milhões).

nft de iate no metaverso

Imagem do super iate do universo The Sandbox vendido por US$ 666 mil na semana passada

“NFTs e metaverso são o futuro”

Essa alta procura por lotes em metaversos se originou, principalmente, após o anúncio da Meta (Facebook) de seu projeto que pretende alcançar 1 bilhão de pessoas nos próximos anos.

Além disso, os criptoativos ligados à metaversos também tiveram uma valorização muito expressiva: o token Decentraland (MANA), por exemplo, subiu 500% desde o o início de novembro deste ano.

Marco Castellari, CEO da Brasil Bitcoin, enxerga que o mercado de NFTs ainda possui muito fôlego pela frente e afirma que os que não se adaptarem à essa realidade ficarão ultrapassados:

“A compra de um NFT por um valor tão alto não é por acaso: cada vez mais as empresas de tecnologia estão entrando no mundo dos metaversos e NFTs, estimulando a escassez desses itens digitais. Esse é o futuro, quem não estiver preparado para essa nova onda, vai ficar para trás.”

Muita calma nessa hora

No entanto, embora o mercado de NFTs seja de fato muito promissor, é necessário que as negociações sejam feitas com cautela.

Isso porque, por mais que esses ativos correspondam à belas obras de arte ou sejam úteis dentro de jogos, a depender de sua categoria, muito do capital presente no mercado de NFTs é meramente especulativo, visando o lucro.

Um exemplo é a coleção “Bored Ape Yacht Club“, composta por 10 mil artes únicas que remetem a “macacos alternativos”, conforme exemplo a seguir:

bored ape yatch club nft

Essa coleção possui tanta relevância que, no momento atual, as ilustrações mais raras da mesma estão sendo negociadas por mais de R$ 17 milhões — de saltar os olhos, não?

Por casos como esse, muitos iniciantes estão aportando altos valores em NFTs esperando retorno garantido, que não existe.

Por isso, é muito importante analisar a relevância (e veracidade) da coleção da qual você está negociando e aportar apenas valores dos quais você está disposto a perder — dica válida para o cenário cripto no geral.

E aí, curtiu esse artigo? Então inscreva-se na nossa lista de e-mails!
Lá, enviamos semanalmente um conteúdo de extrema qualidade, além de tutoriais, relatórios e atualizações sobre o mercado!