Skip to content Skip to sidebar Skip to footer

Metaverso do Facebook poderá ter suporte a NFTs

Na última semana, o Facebook realizou um evento apresentado pelo seu diretor executivo, Mark Zuckerberg, no intuito de divulgar os próximos passos de sua companhia.

Na apresentação, Mark anunciou diversas novidades, como a mudança do nome corporativo de sua companhia, ‘Facebook Inc.’, para ‘Meta‘, o que não influenciará no nome das redes sociais.

No entanto, o anúncio mais significativo foi o da criação de um novo universo virtual 3D, apelidado de metaverso.

A criação do metaverso e os NFTs

Apontado como o próximo capítulo para a internet, o projeto irá convergir a realidade aumentada (RA) e virtual (RV), ao melhor estilo ‘Black Mirror’.

Segundo Mark, o projeto deverá ficar pronto daqui a 5 ou 10 anos e o objetivo é atingir ao menos um bilhão de pessoas na próxima década.

“Neste futuro, você poderá se teletransportar instantaneamente como um holograma para estar no escritório sem deslocamento, em um show com amigos ou na sala de estar de seus pais para se atualizar”, disse Zuckerberg.

Além disso, a Meta também anunciou a criação de um fundo de US$ 150 milhões para impulsionar a criação e a utilização do novo projeto.

No anúncio, foi ressaltado que a segurança e privacidade são questões primordiais e serão incorporadas ao metaverso desde o primeiro dia.

Contudo há também a promessa do suporte a NFTs, como afirmou Vishal Shah, VP do Metaverso:

“O metaverso facilitará a venda de edições limitadas de objetos digitais como NFTs, exibindo-os em espaços digitais para, inclusive, os revender para outras pessoas de forma segura”.

Fonte: CoinDesk

O modo exato como os NFTs serão aproveitados no metaverso ainda é incerto, mas tanto Mark Zuckerberg, CEO da Meta, quanto David Marcus, diretor financeiro do Facebook, enxergam essa integração com bons olhos.

Reflexo em criptomoedas

A nova empreitada do Facebook teve um efeito positivo na cotação de diversos criptoativos, como ocorreu com a Decentraland (MANA), Axie Infinity (AXS) e Enjin Coin (ENJ).

No dia do anúncio, a cotação da Decentraland subiu incríveis 552%, saindo de US$ 0,75 para US$ 4,91.

Logo após a repentina subida, a moeda teve uma correção de quase 50% e, neste momento, a cotação da Decentraland é de US$ 2,51.

Ativos relacionados a jogos com o modelo jogue-e-ganhe (play-to-earn), que utilizam blockchain e NFTs também apresentaram alta após o anúncio.

A cotação dos tokens de jogos Axie Infinity (AXS), Illuvium (ILV) e Star Atlas (ATLAS) também subiram, só que de forma mais modesta.

Após o anúncio da Meta, as três moedas apresentaram altas de 21%, 46% e 65% respectivamente.

Por fim, outra moeda que também foi alavancada pelo metaverso foi a Enjin Coin (ENJ), ligada ao desenvolvimento de produtos e jogos feitos em blockchain. O token ENJ valorizou 41% nos últimos dias.

E aí, curtiu esse artigo? Se sim, inscreva-se na nossa newsletter!
Lá, enviamos semanalmente um conteúdo de extrema qualidade que inclui tutoriais, relatórios e atualizações sobre o mercado!

Deixe um comentário