Skip to content Skip to sidebar Skip to footer

Corretora KuCoin é hackeada e perdas podem chegar a US$ 200 milhões

A KuCoin, corretora de criptomoedas de Hong Kong e 20ª maior do mundo em volume, sofreu uma violação de segurança que pode ter resultado na perda de até 200 milhões de dólares.

Numa transmissão oficial, o CEO Global da KuCoin, Johnny Lyu, confirmou que a plataforma sofreu um grande ataque hacker na madrugada de sábado, 26.

A falha de segurança afetou as hot wallets de Bitcoin (BTC), Ether (ETH) e tokens ERC20, após o vazamento de chaves privadas.

Com base em um dos endereços de Ethereum dos quais foram utilizados para transferir os fundos roubados, o estimado é que o prejuízo seja de, no mínimo, US$ 150 milhões — cerca de 850 milhões de reais na cotação atual.

Ao que parece, esse foi o quinto maior hack da história em corretoras de criptomoedas.

Ainda assim, não houve queda significativa no preço do Bitcoin, diferentemente do que geralmente ocorre em violações como essa.

No entanto, o token KuCoin Shares, criado pela corretora, sofreu uma queda de 25% desde o ocorrido.

Lyu anunciou que, felizmente, a KuCoin possui um fundo de segurança para cobrir ataques desse tipo, e recorreu a outras corretoras para bloquear os fundos.

Esperamos que situações como essa sirvam de incentivo para desenvolverem melhores recursos de segurança, afinal, com finanças todo cuidado é pouco.

Gostou dessa informação?
Inscreva-se na nossa lista de e-mails e receba notícias, resumos e dicas de investimentos no seu e-mail!

Deixe um comentário