Skip to content Skip to sidebar Skip to footer

CEO da Kucoin afirma que identificou supostos hackers de $204 milhões

Em 25 de Setembro de 2020, a comunidade de Bitcoin descobriu que a corretora de criptoativos Kucoin foi hackeada em um grande número, mais especificamente, 204 milhões de dólares.

Estimativas especulam que foram aproximadamente 1.008 BTC, 14.713 BSV, 26.733 LTC, 9.588.383 XLM e diversos outros ativos. A Kucoin revelou que estava trabalhando para resolver a situação.

Após o hack, diversas corretoras entraram em cooperação em não aceitarem depósitos oriundos do hack, o que fez com que a Kucoin conseguisse recuperar grande parte do valor. Alguns ativos também foram congelados, diminuindo os impactos do incidente.

Corretora de criptoativos, Kucoin

Lyu, CEO da Kucoin afirmou: “Depois de uma investigação completa, encontramos os suspeitos do incidente de segurança da Kucoin com provas concretas. Os encarregados da aplicação da lei e a polícia estão oficialmente envolvidos para agir. Com o grande apoio de nossos parceiros da indústria, dezenas de milhões de ativos estão fora do controle dos suspeitos.

Lyu acrescentou:

A Kucoin está voltando a funcionalidade total. Minha equipe e eu continuaremos a fazer nosso melhor para compensar o impacto do incidente.

No momento da publicação, não foi divulgado quem são os suspeitos encontrados e se estão sob custódia.

“Gostaria de agradecer a todas as instituições e indivíduos que nos apoiaram durante este momento crítico. Juntos, construiremos um mundo criptográfico mais forte”, concluiu o CEO da Kucoin.

Curtiu essa informação?
Inscreva-se em nossa newsletter e receba semanalmente atualizações, resumos e dicas de investimentos no seu e-mail!

Deixe um comentário