Skip to content Skip to sidebar Skip to footer

5 Motivos Para Você Investir em Bitcoin Hoje

A primeira vez que eu ouvi falar do Bitcoin foi há um bom tempo, em 2013.

E, por vários anos, eu me perguntei se eu deveria comprar Bitcoins, e se ele seria um bom investimento.

Provavelmente, você já ouviu falar do Bitcoin há um tempo, os resultados que investidores já tiveram no passado, mas ainda está na dúvida se deveria comprar ou não.

Bom, o Bitcoin é um criptoativo (o primeiro deles) e foi criado em 2009. Seu preço, desde então, saiu de R$ 0,01 e chegou a alcançar incríveis R$ 70.000,00 por moeda!

Durante todo esse tempo, o mercado teve inúmeras altas e baixas, mas, na média, se você tivesse comprado um Bitcoin em 2009, seu lucro médio seria de 28% ao mês.

Com isso em mente, resolvi trazer esse artigo, para apresentar 5 motivos que considero relevantes para quem ainda está na dúvida entre investir ou não em Bitcoin.

Chega de enrolação e vamos aos pontos!

1 – Bitcoin sempre será escasso

Um dos principais motivos da cotação do Bitcoin subir tão drasticamente é a sua escassez.

Novos Bitcoins são minerados a todo instante, porém o número máximo de Bitcoins que podem existir já foi definido no sistema da moeda, desde sua criação.

Esse limite é de 21 milhões de unidades. Dessas, 18,5 milhões já foram mineradas, e 6.25 novos Bitcoins são gerados a cada bloco (cada um leva cerca de 10 minutos para ser produzido).

No entanto, não existe um limite de moedas fiduciárias (reais, dólares, euros…) que possam entrar no mercado, ou seja, nada impede que 1 Bitcoin passe a valer milhões de reais no futuro.

Para você ter uma noção, existem cerca de 20 milhões de milionários no mundo. Se todos quiserem comprar uma unidade inteira de Bitcoin (você pode comprar uma fração), não terá moedas suficientes para todos.

Somado a isso, o interesse em Bitcoins é maior a cada dia, pela sua tecnologia, utilidade e adoção, e é isso que o torna cada vez mais valorizado.

2 – Bitcoin é o ativo mais seguro do mundo

Provavelmente você já passou, pelo menos uma vez, pelo desprazer de ter uma senha hackeada, um cartão clonado ou problemas desse tipo.

Se você possui uma conta bancária, pode-se dizer que a segurança das suas finanças depende totalmente da integridade da instituição e seus agentes.

Da mesma forma, ao realizar uma compra na internet com cartão de crédito, você corre o risco de ter suas informações roubadas.

Felizmente, tais problemas de segurança não atingem o Bitcoin ao utiliza-lo de forma correta.

Pela rede do Bitcoin não funcionar atrelada a nenhum poder central, sua base está inteiramente em sua criptografia, que é, atualmente, a mais segura do mundo.

Para ter acesso a Bitcoins de terceiros, é necessário invadir, ao mesmo tempo, todas as máquinas que fornecem poder computacional para minerar e validar as transações.

Essas máquinas são completamente descentralizadas e estão espalhadas por todo o mundo, e qualquer pessoa pode se juntar a essa rede, minerando com o seu computador.

É importante ressaltar que, pelas corretoras serem instituições suscetíveis a falhas, também é um pouco arriscado deixar seus ativos nelas por muito tempo, e por esse motivo estamos sempre disseminando que corretora não é carteira e você deve deixar seus Bitcoins na corretora apenas pelo período em que vai transacioná-los.

3 – Bitcoin te ajuda a economizar

Você sabe o quanto gasta hoje para manter sua conta bancária? E para fazer uma transferência, um saque ou manter seu cartão de crédito?

Um levantamento do Guiabolso apontou que, em média, os brasileiros gastam absurdos R$ 900 por ano em tarifas bancárias e anuidades.

No entanto, as tarifas para transacionar Bitcoins são muito menores do que as que pagamos no dia a dia, que são operadas por bancos ou redes de cartão de crédito.

O custo para enviar uma transação é variável e pode ser escolhido pelo usuário, de acordo com a prioridade da transação. Essa taxa é enviada para os mineradores da rede.

Enviando com a taxa padrão, você pagará alguns reais e o valor cairá em poucos minutos, independentemente da quantia a ser transacionada.

Para exemplificar, imagine que você queira enviar R$ 10.000 para um amigo na Europa.

Por meios tradicionais, você pagará cerca de R$ 300 em taxas bancárias (fora os impostos) e terá de esperar entre 2-4 dias.

Enviando com Bitcoins, você pagará uma taxa única de aproximadamente R$ 10* e o dinheiro estará na carteira do seu amigo em poucos minutos.

A taxa média da transação depende do congestionamento da rede, ou seja, a quantidade de transações que estão sendo feitas naquele momento.

Algumas vezes, você também poderá optar por enviar uma transação sem pagar taxas. Nesse caso, você terá de esperar algumas horas (ou dias) para a transação ser concluída, em vez de alguns minutos.

*Taxa média para uma transação de Bitcoin no momento dessa publicação.

4 – Seu Bitcoin não pode ser confiscado

É impossível abordar esse assunto sem lembrar do confisco da poupança de 1990, orquestrado pelo governo de Fernando Collor.

Na ocasião, os saques bancários foram limitados a 50 mil cruzados novos, numa restrição planejada para durar 18 meses. Os bancos fecharam as portas por três dias, e a medida agravou ainda mais a crise econômica da época, levando a inflações altíssimas e congelamento de preços.

E, infelizmente, no Brasil e em muitos outros países existe a possibilidade do seu dinheiro ser confiscado pelo governo, sem aviso prévio.

Muitos temem que isso possa voltar a acontecer, e naturalmente surge a dúvida: o Bitcoin é capaz de solucionar esse problema?

A resposta é sim! O Bitcoin e demais criptoativos não são controlados por governos nem instituições centralizadas, na grande maioria dos casos.

Isso significa que, guardando seus Bitcoins em uma carteira segura, você possui total controle sob seu dinheiro.
Sendo assim, é impossível haver algum tipo de interferência externa nos seus Bitcoins, pois só é possível acessa-los com a sua chave privada.

5 – Bitcoin é transparente e rastreável

Você já parou para se perguntar “o que será que o governo faz com o meu dinheiro“?

Se sim, saiba que talvez sua dúvida jamais seja sanada.

O Governo Federal, além de arrecadar, todos os anos, trilhões de reais com impostos, também imprime dinheiro todos os dias. Isso ocorre não apenas no Brasil como no mundo inteiro, e obviamente gera inflação, prejudicando ainda mais a economia.

Isso acontece pois o dinheiro físico (cédulas, moedas…) não é rastreável. Ao receber uma nota de alguém, por exemplo, você não consegue saber por onde ela passou e nem para onde ela irá após você gastá-la em algo.

Então, como podemos saber se o Banco Central está imprimindo e utilizando o dinheiro da forma correta? Bom, nós não sabemos. Não é possível auditar a emissão, gastos e transações de dinheiro do governo. Em contrapartida, se o governo utilizasse Bitcoin, nós saberíamos.

Isso porque o Bitcoin é, literalmente, um livro aberto. Todas as informações da oferta monetária, transações e saldos da rede do Bitcoin são expostas a seus usuários, bastando acessar um site para checar essas informações.

Por isso, se engana quem acha que o Bitcoin é 100% anônimo e impossível de ser rastreado. No entanto, o endereço das carteiras e transações são definidas por uma sequência “aleatória” de caracteres, veja um exemplo:

1A1zP1eP5QGefi2DMPTfTL5SLmv7DivfNa – esse é o endereço de Satoshi Nakamoto, pseudônimo do criador do Bitcoin.

Logo, para poder rastrear as transações e os fundos de uma pessoa, você precisa primeiramente saber qual é a carteira dela, o que pode te garantir um certo anonimato, mas não seria grande problema se tratando de um governo ou grande instituição.

Conclusão

Nesse artigo você pôde ver 5 dos principais motivos que fazem o Bitcoin ter, a cada dia que passa, mais espaço e popularidade, seja como reserva de valor, ferramenta para pagamentos e, principalmente, investimento.

Afinal, já se decidiu sobre comprar Bitcoins?
Lembre-se: o melhor dia para comprar Bitcoins foi em 2009. O segundo melhor dia é hoje!

Na Brasil Bitcoin você tem a melhor experiência do mercado ao negociar criptomoedas.
Excelência em segurança, agilidade e suporte fazem da Brasil Bitcoin se destacar cada vez mais dentre as demais na hora de comprar e vender Bitcoins.

1 Comentário

  • PRISCILLA
    Posted 25/06/2020 10:46

    Muito bom artigo!

Deixe um comentário